BB gastará R$ 600 mil para refazer agência de São José de Piranhas

O Banco do Brasil deverá gastar entre R$ 500 mil e R$ 600 mil para reconstruir, reestruturar e fazer funcionar a agência bancária de São José de Piranhas, que foi destruída com explosivos por uma quadrilha fortemente armada na madrugada do dia 16 de outubro. A afirmação foi feita pelo gerente, Allan, durante reunião com a CDL esta semana. “O prejuízo do banco foi mais material, seria melhor se eles tivessem levado o numerário e deixado o banco”, relatou.

Na semana passada o deputado federal, Wilson Filho (PTB), havia dito que o Banco do Brasil deveria gastar em torno de R$ 1 milhão para deixar a agência da cidade pronta para funcionar, porém, esse valor será bem menor.

Terminais de Autoatendimento – A boa notícia, segundo Allan, é que em um período de 15 dias a instituição já poderá está com um ponto lógico para atender clientes, provavelmente, onde funcionava a câmara de vereadores, no prédio anexo à prefeitura. De acordo com Allan, os terminais de autoatendimento não foram danificados e devem ser instalados para que os usuários possam fazer operações como pagamentos, extratos, transferências e outras transações bancárias. “Se a gente conseguir isso já é um grande avanço”, destacou.

No entanto, a agência só deverá voltar a funcionar daqui a aproximadamente três meses, sem numerário. Com dinheiro, segundo ele, a expectativa é que passe a funcionar em pelo menos seis meses.

Dida Gonçalves, do Radar sertanejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *