Criança de seis anos da cidade de Cachoeira dos Índios morre com suspeita de gripe H1N1

O pequeno Arthur Lins, de apenas seis anos, morreu na tarde desta sexta-feira (27) com suspeita de gripe H1N1. Ele morava em Cachoeira dos Índios, mas, estava internado em um hospital da cidade de Patos, onde veio a falecer.

De acordo com a família, o menino começou a sentir febre, cansaço e precisou ser internado na quinta-feira (26) no Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB) em Cajazeiras. O estado de saúde se agravou e ele foi transferido para Maternidade Dr. Peregrino Filho em Patos, mas, não resistiu e acabou falecendo nesta sexta-feira (27).

Arthur morava com os pais no sítio Ipueira, zona rural do município de Cachoeira dos Índios. Ainda não há informações sobre o horário e local do sepultamento.

Os moradores de Ipueira ficaram abalados com o acontecido e lamentaram bastante a morte prematura de Arthur.

Investigação
Após a comunicação do óbito, um protocolo deve ser aberto pela Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba para investigar a real causa da morte do menino. A secretaria de saúde municipal ainda não se pronunciou sobre o assunto.

DIÁRIO DO SERTÃO 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *